Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
7/06/18 às 10h13 - Atualizado em 7/06/18 às 15h36

Alexânia atrai turistas, ocupa sua mão de obra e usa pouco serviços públicos do DF

COMPARTILHAR

Pesquisa da Codeplan divulgada nesta quarta (6) mostra que grande parte dos moradores utiliza a rede de saúde e educação do próprio município. Maioria é formada de mulheres (54%) e jovens com até 39 anos

 

Com contingente populacional de 22.118 habitantes, Alexânia possui predominância de jovens no município. Cerca de 56,17% dos moradores estão na faixa etária de até 39 anos.

 

É o que mostra a  Pesquisa Metropolitana por Amostra de Domicílios 2017divulgada pela Companhia de Planejamento do DF (Codeplan) nesta quarta-feira (6).

 

O estudo revela que a cidade tem autonomia, emprega a grande maioria da sua mão de obra (88%)  e pressiona pouco os serviços públicos de Brasília. O desemprego no município (3,76%) é muito abaixo da média das outras regiões do País.

 

PMAD de Alexânia

 

A população com até 24 anos apresenta porcentual de 35,86%, dos quais 18,72% são crianças e pré-adolescentes entre 0 a 14 anos, e 17,14%, jovens, de 15 a 24 anos. A faixa que vai dos 25 aos 39 anos compõe 20,31% da população municipal.

 

O número de pessoas com 40 anos ou mais representa 43,83%. A população idosa, com 60 anos ou mais, soma 17,86% dos habitantes do município. Do total, 54.826 são mulheres, e 51.636, homens.

 

Ao analisar a origem dos habitantes o estudo aponta que a maioria, 69,08% (15.280), é natural de Goiás. Dos migrantes, o Distrito Federal concentra a maior parcela, 36,68%, seguido pela Bahia (12,23%), Minas Gerais (11,35%) e Ceará (7,64%).

 

De acordo com a pesquisa, o motivo principal da migração foi para acompanhar parentes (33,68%) ou decorre de aquisição de moradia (12,26%) e procura de trabalho (9,49%).

 

A independência do município de Alexânia em relação ao Distrito Federal é evidente quando se avalia ocupação de postos de trabalho e de serviços públicos, como os de saúde.

 

Do contingente populacional urbano, 8.996 pessoas têm trabalho remunerado. A maior parcela está concentrada no setor de Comércio (15,23%), no de Serviços Gerais (4,15%) e no de Construção Civil (3,96%).

 

As vagas são preenchidas no próprio município: 88% dos habitantes trabalham em Alexânia. Outros 6,56% são empregados na capital federal, a maioria concentra-se no Plano Piloto (4,48%) e Gama (0,34%).

 

Dessa forma, a atração por postos de trabalho que Brasília exerce sobre Alexânia é mínima, avalia a Codeplan. A distância do município em relação ao DF e oferta de oportunidades mais próximas, são fatores determinantes.

 

“A proposta de emprego e de outros serviços é mais vantajosa para regiões mais próximas, como Anápolis”, analisa o presidente da companhia, Lúcio Rennó.

 

No que se refere ao uso dos equipamentos de saúde, 84,77% utilizam os hospitais públicos do próprio município. Somente 4,15% o fazem em Brasília, com predominância no Plano Piloto (3,56%).

 

Parcela ainda maior, 4,61%, acessa os serviços de saúde de Anápolis – GO. No que se refere ao uso dos postos de saúde, 1,78% são atendidos na capital federal.

 

Para o gerente de Estudos Urbanos da Codeplan, Sérgio Ulisses Jatobá, há uma relação inversa da população do DF indo para Alexânia. “Temos o consumo dos brasilienses no Outlet (mercado de vendas a varejo) e do turismo em função do Lago Corumbá”, pontua Jatobá.

 

Reportagem:  Cibele Moreira, da Agência Brasília

Edição:  Vannildo Mendes, da Agência Brasília
Foto: Toninho Leite, da Codeplan

 

 

CODEPLAN - Governo de Brasília

Companhia de Planejamento do Distrito Federal

Setor de Administração Municipal - SAM, Bloco H, Setores Complementares - CEP: 70.620-080 - codeplan@codeplan.df.gov.br