Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
10/03/14 às 21h43 - Atualizado em 29/10/18 às 11h52

Negras são maioria na população feminina do DF


Estudo apresentado pela Codeplan em comemoração ao Dia da Mulher mostra que 52,2% das mulheres do Distrito Federal são negras. A maioria negra é registrada em todas as faixas etárias, exceto no grupo acima de 60 anos. Neste universo feminino, as mulheres que se declararam negras representam maioria (55,0%), com maior proporção entre as meninas menores de 15 anos (56,9%). Os dados foram analisados a partir do Censo Demográfico de 2010 – IBGE. 
 
Para a secretária da Mulher do DF, Olgamir Amâncio, houve evolução na condição da mulher na sociedade, entretanto ainda há muito a avançar. 
 
O presidente da Codeplan, Júlio Miragaya, destacou o pouco avanço da partipação feminina na política, especialmente no poder Legislativo e em cargos de chefia de órgãos públicos, antecipando dados de pesquisa em andamento a ser divulgada em breve. 
 
Em relação à escolaridade, das 1.041.473 mulheres com 15 anos e mais, 26,9% declararam não ter instrução ou ter o fundamental incompleto; 18,7% fundamental completo e médio incompleto, 34,3% médio completo e superior incompleto e 20,1% terem concluído o ensino superior.
 
Considerando apenas as mulheres negras com 15 anos e mais, 32,1% declararam não ter instrução ou ter o fundamental incompleto; enquanto apenas 12,9% disseram ter o nível superior completo. Entre as não negras, a proporção das que informaram não ter grau de instrução nenhum ou ter apenas o ensino fundamental incompleto, foi de 20,6%, ou seja, 11,5% a menos do que entre as mulheres negras. Por outro lado, as mulheres não negras com nível superior representam 28,8%, ou seja 16,0 pontos percentuais a mais que o verificado entre as mulheres negras.
 
Para Mônica França, coordenadora do Núcleo de Estudos Populacionais da Codeplan, embora as mulheres possuam mais estudos em relação aos homens, elas ainda recebem salários menores e, entre as mulheres negras e não negras a disparidade também é significativa, seja na escolaridade seja nos rendimentos, destacou ela. 
 
Jamila Zgiet, gerente de Estudos Transversais da Codeplan, em estudo que acompanha o 3º Objetivo do Milênio (promover a igualdade entre os sexos e a autonomia das mulheres), destacou a disparidade quanto à renda no Distrito Federal entre homens e mulheres. Segundo ela, as mulheres no DF recebem, em média, 73% do que é pago aos homens e as regiões administrativas que registram o quadro mais negativo são Lago Sul e Candangolândia, localidades em que as mulheres recebem apenas 69% dos valores pagos ao sexo masculino. Já as regiões menos desiguais são Sobradinho II (86%), Brazlândia (85%) e SIA, Riacho Fundo e Ceilândia com 84%. 
 
Veja as análises abaixo:
 
Reportagem: Nilva Rios
Foto: Toninho Leite

CODEPLAN - Governo do Distrito Federal

Companhia de Planejamento do Distrito Federal

Setor de Administração Municipal - SAM, Bloco H, Setores Complementares - CEP: 70.620-080 - codeplan@codeplan.df.gov.br