Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
17/03/10 às 19h33 - Atualizado em 29/10/18 às 11h48

Publicação traz indicadores de migração com projeção até 2030

(17/03/2010 – 16:33)

As pessoas que migraram para o Distrito Federal em épocas mais recentes mostram características bem distintas daquelas que vieram no período da construção de Brasília. Desde o início, em 1956, e por toda a década de 1960, foi a migração diferencial, marcada por um maior contingente do sexo masculino em idade produtiva, que mais afluiu para o DF, atraída pela oferta de emprego na construção civil. No decorrer dos anos 60, os setores terciários e secundários juntos tornaram-se os maiores responsáveis pela afluência de migrantes, essencialmente do Sudeste e do Nordeste, tanto pela transferência dos servidores públicos como, e ainda, pela continuada absorção do operariado na construção civil.
O Censo Demográfico 1970 já aponta mudanças no perfil desse imigrante, principalmente quanto ao número substancial de mulheres atraídas pela expansão do setor serviços. Este processo se estendeu, não só pelos anos seguintes, como tem continuado no século atual.

A tabela 7 que consta na publicação Indicadores Sociodemográficos para o Distrito Federal: 1991-2030, produzida recentemente pela Codeplan, evidencia a participação efetiva e crescente do sexo feminino, na população, não só nos Censos como pela tendência projetada até o ano de 2030.

 

00000374

 

Continuam migrando com mais intensidade os jovens entre 15 e 29 anos, tendo maior participação aqueles com idades entre 15 a 24 anos.

Fonte: Indicadores Sociodemográficos para o Distrito Federal: 1991-2030/ Companhia de Planejamento do Distrito Federal – Brasília: Codeplan, 2009. Disponível neste site em Publicações Técnicas.

CODEPLAN - Governo do Distrito Federal

Companhia de Planejamento do Distrito Federal

Setor de Administração Municipal - SAM, Bloco H, Setores Complementares - CEP: 70.620-080 - codeplan@codeplan.df.gov.br