Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
16/10/14 às 21h31 - Atualizado em 29/10/18 às 11h46

Sudoeste em ascensão

Na tarde desta quinta-feira (16/10), a Codeplan divulgou a Pesquisa Distrital por Amostra de Domicílios da penúltima Região Administrativa analisada, o Setor Sudoeste/Octogonal. A pesquisa revelou excelentes índices socioeconômicos, o que evidencia a alta qualidade de vida da qual desfruta a população da região.

O Presidente da Companhia Júlio Miragaya afirmou ter aumentado substancialmente a renda per capita na RA – estimada em mais de nove salários mínimos (aumento real de 16,24%) – se aproximando dos índices do Park Way e do Lago Sul. Entre os trabalhadores residentes na região, mais da metade (53,12%) são servidores públicos. Miragaya ressaltou também a característica predominantemente jovem da população.

Glória Rincón, diretora de Estudos Urbanos e Ambientais da Codeplan, expôs a ocupação e utilização da região ao longo do tempo. Um dos assuntos abordados foi a questão da forte dependência do Plano Piloto que a RA apresenta. Segundo ela, esse fator tem razões históricas; o Sudoeste foi projetado e se desenvolveu como uma região complementar do Plano Piloto, tendo se tornado Região Administrativa apenas em 2003. Mas essa dependência não é vista como um grande problema, visto que as regiões são muito próximas.

Os dados da pesquisa foram apresentados pela coordenadora da pesquisa Iraci Peixoto. Os índices mostraram que hoje o Sudoeste é uma região consolidada, com taxa de crescimento anual de apenas 0,76%. A população estimada é de 52.738 habitantes, locados em 22.259 domicílios, resultando em uma média de 2,37 pessoas por residência, número mais baixo entre todas as RAs já pesquisadas.

O nível de escolaridade impressiona, 66,09% possuem ensino superior completo. Não foram detectados analfabetos na região. A grande maioria dos moradores (90,75%) possuem planos de saúde privados. Os automóveis estão presentes em 92% dos domicílios e as bicicletas em 28% deles. Os serviços de abastecimento de água, energia elétrica, esgotamento sanitário e coleta de lixo estão universalizados na RA.

O gerente da base de dados da Codeplan Jusçanio Souza destacou a forte valorização imobiliária registrada na região nos últimos anos. Hoje, do total de imóveis na região, 40,27% são alugados. Souza enalteceu a pesquisa afirmando que ela se trata de um instrumento importantíssimo para a gestão pública, para a iniciativa privada que pretende se instalar na RA e para a própria população local.

O chefe de gabinete da Administração Regional do Setor Sudoeste/Octogonal Fernando Lima afirmou estar satisfeito com os resultados do estudo, sobretudo em relação aos setores de infraestrutura, educação e segurança pública, que registrou um dos menores índices de violência do Distrito Federal. Segundo ele, os dados consolidam o Sudoeste como uma das melhores RAs para se viver. Lima expôs alguns desafios atuais da Administração, como oferecer mais acessibilidade aos pedestres e otimizar a mobilidade urbana na região.

No debate aberto ao público presente, foram abordados outros temas pertinentes à RA. Destaque para as atividades culturais e esportivas, muito fortes entre os moradores da região. A PDAD indicou que 80% da população costumam frequentar o cinema e 73,89% praticam algum tipo de esporte. Segundo a pesquisa, o Sudoeste também é a primeira região onde o gênero musical favorito não é o sertanejo e nem o gospel; a preferência é por MPB, seguida pelo Rock.

Para acessar a pesquisa completa, clique aqui.

Texto: Júlio Poloni
Foto: Mauro Moncaio

CODEPLAN - Governo do Distrito Federal

Companhia de Planejamento do Distrito Federal

Setor de Administração Municipal - SAM, Bloco H, Setores Complementares - CEP: 70.620-080 - codeplan@codeplan.df.gov.br